Polícia do DF cumpre mandados no Entorno contra lavagem de dinheiro

Agentes cumprem mandados em 8 regiões administrativas e no Entorno. Suspeitos de desvios de até R$ 100 milhões incluem deputada distrital.

Por em 01/05/2015 às 09:22

Com o G1 DF

Operação da Polícia Civil do Distrito Federal contra lavagem de dinheiro cumpriu na quinta-feira (30/04), 36 mandados de busca e apreensão e 32 mandados condução coercitiva (quando o suspeito é levado à delegacia para depor). As fraudes podem chegar a R$ 100 milhões, e a polícia suspeita que os valores eram usados no financiamento de campanhas políticas.

Entre os investigados estariam a deputada distrital Telma Rufino (PPL) e o ex-diretor do DFTrans e atual presidente do PPL, Marco Antônio Campanella.

Foto: reprodução / G1 DF

Foto: reprodução / G1 DF

Segundo a Polícia Civil, foram apreendidos documentos na casa de Telma e de Campanella. Nas primeiras horas da operação, a polícia também recolheu carros de luxo e relógios que teriam sido comprados com parte do dinheiro desviado.

Os mandados foram cumpridos pela Coordenação de Repressão a Crimes contra o Consumidor, a Ordem Tributária e Fraudes (Corf) da Polícia Civil. A operação, batizada de Trick, é realizada por 220 policiais civis em oito regiões administrativas (Águas Claras, Vicente Pires, Samambaia, Gama, Sobradinho, Taguatinga, Riacho Fundo, Ceilândia), na Asa Norte e em três cidades do Entorno (Novo Gama, Valparaíso e Santo Antônio do Descoberto).

As investigações levaram 19 meses até chegar a 55 empresas fantasmas que pegavam empréstimos com o Banco do Brasil que variavam de R$ 800 mil a até R$ 1,4 milhão. Depois que o dinheiro entrava na conta, os suspeitos simulavam compras e usavam notas fiscais frias para comprovar os gastos. Outras 19 empresas regulares são suspeitas de emitir as notas fiscais para o grupo criminoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *